Papa cria Dia Mundial dos Pobres e pede que restaurantes doem comida

Foto: reprodução / ANSA
Foto: reprodução / ANSA

O Papa Francisco criou o Dia Mundial dos Pobres. Será no próximo domingo, 19 de novembro.
Francisco vai servir almoço aos necessitados – e almoçar com eles – e está convocando restaurantes para também doarem comida às pessoas em situação de vulnerabilidade.
“Eu visitei os restaurantes e pedi: ‘você receberia 10 pobres?’. Eles me disseram que sim e que dariam comida grátis”, contou o padre responsável pela Basílica de Sant’Eustachio, Dom Pietro Sigurari.
Assim, no primeiro Dia Mundial dos Pobres pelo menos 10 restaurantes zona do Pantheon, em Roma, darão almoços gratuitos para pessoas em situações vulneráveis.
“Nós iremos preparar os clássicos ‘fritos’, como alcachofra, abóbora, mussarela. Depois, uma bela pasta à amatriciana, os típicos ‘salti in bocca’ romanos, com um pouco de batata. De sobremesa, deixaremos que eles mesmos escolham o que preferem”, contou Emilio, proprietário de um dos restaurantes participantes.
Outro empresário da região também disse que seu restaurante permitirá que as pessoas escolham tudo que desejarem do cardápio, e poderão se sentar onde quiserem.
“Será um prazer recebê-los em um dia tão especial”, comentou.
A Basílica de Sant’Eustachio oferece almoços diariamente às pessoas em situação de rua ou de baixa renda, com o apoio dos restaurantes da região.
Sem-teto, refugiados e idosos abandonados serão convidados para a refeição deste domingo nos restaurantes.
“O mais importante na celebração de domingo será a oportundiade das pessoas pedirem o que desejam comer, pois elas sempre recebem um prato pronto de todos nós”, comentou Sigurani.
Almoço com o Papa
No Vaticano, o papa Francisco receberá cerca de 1,5 mil pessoas de baixa renda para um almoço coletivo.
O 1º Dia Mundial dos Pobres começará com uma missa na Basílica de São Pedro, seguida pela refeição com o Pontífice.
Outras 2,5 mil pessoas serão alimentadas em colégios, seminários e instituitos católicos de Roma.
Com informações da ANSA

Fonte: sonoticiaboa

Comentários