Pular para o conteúdo principal

Quase 70% dos alimentos consumidos no Brasil provém da agricultura familiar

Quase 70% dos alimentos consumidos no Brasil provém da agricultura familiar

O cultivo de terra por pequenos proprietários rurais emprega mais de 74% da mão de obra do campo, além de ser responsável por produzir 70% dos alimentos que chegam à mesa dos brasileiros

Quase 70% dos alimentos consumidos no Brasil provém da agricultura familiar

Postado por Agência PT, em 21 de junho de 2015 às 19:09:04
A produção da agricultura familiar representa atualmente quase 70% dos alimentos que chegam à mesa da população brasileira, segundo o Ministério do Desenvolvimento Agrário.
O cultivo da terra realizado por pequenos proprietários rurais, tendo como mão de obra essencialmente o núcleo familiar, é responsável por 74% dos trabalhadores do campo, favorecendo, ainda, o emprego de práticas produtivas ecologicamente mais equilibradas, como a diversificação de cultivos e o menor uso de insumos industriais.
“A agricultura familiar respeita o meio ambiente, as áreas de preservação ambiental e as reservas de água do nosso país. E mostra que é possível produzir e distribuir riqueza de forma sustentável. Além disso, fortalecer a agricultura familiar é ajudar na redução da fome e da pobreza”, destaca o deputado Luiz Couto (PT-PB).
A partir do governo Lula, os agricultores familiares passaram a contar com políticas integradas de crédito, assistência técnica, comercialização, seguro e garantia de preço. Hoje, são mais de 340 mil famílias recebendo assistência técnica.
“Com as ações dos governos Lula e Dilma, hoje as pequenas propriedades são locais para se viver com dignidade”, garante o deputado.
Uma dessas ações criadas pelo governo do PT é o Plano Safra da Agricultura Familiar. A previsão para o Plano 2015/2016 é de um aumento de 20% no volume de recursos em relação ao último Plano Safra (2014/2015), quando o governo repassou R$ 24 bilhões ao setor.
O crédito do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) também teve acrescimento, saltando de R$ 2,2 bilhões em 2002/2003 para R$ 24,1 bilhões em 2014/2015.
“O programa Safra, assim como outros programas do governo federal, é um importante elemento para fortalecer com políticas públicas a agricultura familiar”, afirma Luiz Couto.
Para o deputado paraibano, a agricultura familiar tem mais uma vantagem. “É ela quem está trabalhando para eliminar o agrotóxico e é responsável pela eliminação de várias doenças provocadas pelo uso dessas substâncias. A agricultura familiar está levando saúde e qualidade de vida para a população”.
Por Luana Spinillo, da Agência PT de Notícias

Comentários