LUTA POR DIREITOS

LUTA POR DIREITOS
Retrocesso nas políticas públicas para as mulheres frente ao golpe!

Estamos vivendo nos últimos dias a face perversa do golpe se revelando no governo ilegítimo de Michel Temer, explicitado por um rápido processo de destruição de uma série de políticas públicas, programas e espaços que foram democraticamente conquistados nos últimos 13 anos. 

Além do que significa para as mulheres a derrubada de uma mulher da Presidência da República, legitimamente eleita pelo voto do povo, a não indicação de nenhuma mulher para compor os Ministérios mostra claramente o que esse governo golpista pretende fazer com as mulheres: negar nossas capacidades; invisibilizar o trabalho das mulheres; desconsiderar a importância de políticas públicas que contribuam para a eliminação das opressões, discriminações e violências sofridas pelas mulheres. Já no primeiro dia de mandato de Michel Temer vimos a extinção do Ministério do 
Desenvolvimento Agrário (MDA) e do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial, Direitos Humanos e Juventude, com a publicação da Medida Provisória nº 726, de 12 de maio de 2016. 

Essas eram instâncias do governo federal que diretamente promoviam ações para a inclusão, participação, visibilidade e fortalecimento do trabalho das mulheres do campo, da floresta e das águas. No dia 27 de maio, a Secretaria Especial da Agricultura Familiar e do Desenvolvimento Agrário foi transferida para a Casa Civil da Presidência da República.

FONTE: www.contag.org.br

Comentários