2ª PLENÁRIA NACIONAL DE TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS DA TERCEIRA IDADE E IDOSOS(AS)



2ª PLENÁRIA NACIONAL DE TRABALHADORES E TRABALHADORAS RURAIS DA TERCEIRA IDADE E IDOSOS(AS)

Vem aí a 2ª Plenária Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da 3ª Idade e Idosos (as) da CONTAG, que acontece de 13 e 16 de junho, e deve reunir cerca de mil idosos (as), em Luziânia-GO, com o tema: “tecendo histórias e valorizando saberes”.

“Nossa expectativa é garantir com a contribuição e mobilização de todos (as) nós que fazemos o MSTTR, a presença da nossa geração na 2ª Plenária Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da 3ª Idade e Idosas (os) da CONTAG, para juntas (os) debatermos, refletirmos e propormos as mudanças que precisamos para seguirmos construindo e fortalecendo a história do MSTTR”, destaca a secretária da 3ª Idade CONTAG, Lucia Moura.
No Brasil, um número significativo de pessoas idosas e da terceira idade continua vivendo na área rural, sendo que essa transição demográfica vem ocorrendo rapidamente. Dados do (Manual de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa, SDH, 2013), revelam que 3,8 milhões de idosos (as) vivem na área rural, destes 84,9% continuam trabalhando mesmo depois de aposentadas (os). Porém ainda existem muitos desafios como, por exemplo, o elevado percentual de pessoas idosas analfabetas, sobretudo no campo, entre outros.
Diante dessa realidade, o MSTTR cumpre um importante papel ao trazer para o centro do debate as especificidades das pessoas da terceira idade e idosas do campo, das florestas e das águas.
A 2ª Plenária Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da 3ª Idade e Idosos (as) da CONTAG se constituirá como um desses espaços de fortalecimento do protagonismo das pessoas da terceira idade, visando qualificar ainda mais as ações e implementar diretrizes e políticas que de fato consolidem melhorias nas condições de vida dessas pessoas no campo, na floresta e nas águas.
Melhorias que devem levar em consideração: a terceira idade no contexto do Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS); enquanto sujeitos políticos e protagonistas do MSTTR; a Mulher Idosa do campo; Sucessão Rural, como um olhar intergeracional; Formação Sindical para a terceira idade, entre outros pontos que são caminhos necessários para a implementação de uma política que, de fato, atenda aos anseios dessa importante geração do meio rural brasileiro.
Assim, diante do desafio da implementação e fortalecimento da Política para 3ª Idade e Idosas (os) Rurais, a CONTAG, através de sua Secretaria de 3ª Idade e Idosas (os), reforça a mobilização e compromisso de todas (os) na realização da 2ª Plenária Nacional dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais da 3ª Idade e Idosos (as).

Vamos lá?
Vamos construir juntas(os) mais um capítulo dessa história!!!

Por Robson Bezerra;

Comentários