Museu Nísia Floresta


Para fins de esclarecimento, informamos que:
1) O Museu Nísia Floresta tem como público prioritário alunos das escolas públicas municipais, estaduais e federais, além de grupos culturais e a população do município;
2) Para esse público o acesso a todas as atividades do Museu é gratuito;
3) A única taxa cobrada é do publico constituído de turistas e escolas particulares;
4) Esse valor cobrado é uma quantia simbólica de R$ 1,50 (um real e cinquenta centavos), valor bem abaixo do que é cobrado por outros museus e que ajuda na manutenção das atividades do espaço;
5) O Museu de Nísia é mantido por uma instituição da sociedade civil e o que a instituição tem condições de oferecer com qualidade são três dias de funcionamento semanal;
6) O interessante é que o município de Nísia passou até o ano de 2012, sem dispor de um único equipamento cultural que assegurasse à população o acesso à memória e a história da escritora que dá nome a cidade, nem muito menos possibilitasse o acesso da população aos bens culturais e aos meios de produzi-los;
7) Até hoje nunca vimos ou ouvimos dessas pessoas que hoje reclamam de que o Museu só funciona três dias por semana, nenhuma reclamação ou reivindicação ao poder público em suas várias esferas, sobre o dever que ele tem para com a população do município no que diz respeito à cultura e outras áreas da política pública;
8) É muito fácil quem nunca teve nenhum compromisso em lutar por políticas públicas culturais ou qualquer direito da população, vir criticar injustamente e até caluniar as poucas instituições existentes que atuam nesse sentido;
9) Essas pessoas deveriam ter a coragem de criarem uma associação para contribuir de alguma forma para a cultura ou qualquer outra área de que o município tanto necessita. Desafiamos essas pessoas a criarem uma iniciativa que atenda centenas e centenas de crianças, adolescentes e jovens sem contar com o devido apoio e contribuição do poder público;
10) Não é de hoje que encontramos no município pessoas interessadas em inviabilizar o funcionamento do Museu. Isso aconteceu desde o momento em que o Museu começou a ser pensado como um desejo e um direito coletivo da população;
11) Certamente essas pessoas que tanto criticam, mentem e difamam preferem ver a população sem acesso aos bens culturais e a processos educativos inovadores proporcionados pelo Museu;
12) Certamente essas pessoas são aquelas da mesma linhagem que historicamente combateram as ideias de Nísia e se uniram para denegrir o nome da escritora e revolucionária Nísia Floresta;
13) Para essas pessoas, nós não temos tempo para desperdiçar respondendo mentiras, difamação, nós sabemos quais os interesses que movem vocês;
14) Se vocês quiserem dialogar procurem a coordenação do Museu para conversar olho a olho, ao invés de ficarem fazendo provocações e disseminando inverdades nas redes sociais;
15) Para saber do papel e importância do Museu basta dá uma olhada nessa fanpage para ver e ler algumas das ações que realizamos e aqui estão publicadas.

Comentários